Category Archives: Quadrinhos

O Museu do Hergé!

Originalmente publicado na página da Ribeirão Preto em Quadrinhos no Facebook- Curta lá!

herge

crédito da foto: © Nicolas.Borel Atelier Christian de Portzamparc

Opa! Continuando a conversa sobre a aproximação de quadrinhos e outras áreas, uma indicação bacana: O Museu Hergé!

Um dos grandes mestres das hqs, o belga Hergé foi o criador do personagem Tintim ( “Tintin” no original) um verdadeiro marco dos quadrinhos. As aventuras de Tintim mostram o repórter e seus amigos , o cão Milu, o capitão Haddock além de outros coadjuvantes memoráveis, viajando pelo mundo em diversas histórias com humor, aventura e toques de drama. Continue reading O Museu do Hergé!

Advertisements

As Incríveis aventuras de Kavalier e Clay!

Escapista

Originalmente publicado na página da Ribeirão Preto em Quadrinhos no facebook.

Às vezes, os quadrinhos são vistos como um nicho, o que os isola e impedem que alcancem novos leitores. Por isso, é bacana quando outros meios fazem menção a linguagem das hqs e a reconhecem como um meio tão bom quanto qualquer outro para expressar ideias, pensamentos e emoções.Bora falar um pouco de quadrinhos fora dos quadrinhos então?

A dica do dia é o livro “ As incríveis aventuras de Kavalier e Clay”, de Michael Chabon. É um volumão de mais de 600 páginas escrito em prosa, que venceu o Prêmio Pulitzer de 2001. Continue reading As Incríveis aventuras de Kavalier e Clay!

Batman vs Exterminador do Futuro!

batma-terminator

Olha só que bacana esse curta em animação de Mitchell Hammond.  Ele imaginou o Batman como ultimo sobrevivente do apocalipse da Skynet, e trinta anos depois, Bruce Wayne tenta encontrar John Connor para ajudar a salvar a humanidade.

É extremamente bem feito, e feito independente. Sensacional, faz a gente esquecer que alguns crossovers podem ser bem sem-noção e se concentrar na diversão!

De Tom Taylor à Tio Patinhas.

O_Inescrito_mobydick1

Meses atrás, as minhas leituras vieram com uma recorrência engraçada, em 2 titulos muito diferentes: “O inescrito vol.4″ da Vertigo-Panini Comics; e o Tio Patinhas 580 da editora Abril.

A curiosidade vem do fato de as duas edições tratarem de forma direta do clássico da literatura Moby Dick, de Herman Melville.

No volume 4 de Inescrito,chamado Leviatã,  Tom Taylor continua seguindo o mapa das histórias, que o leva para dentro da obra de Melville.  Mike Carey e Peter Gross vem conduzindo muito bem a trama até o momento. Já disse no blog que o trabalho de Carey como roteirisra nunca me chamou muito a atenção; mas aqui ele cria uma narrativa que entrelaça fantasia e realidade de um jeito bem bacana, deixando o claro o peso da primeira em como nós definimos a realidade. Ao jogar Tom na busca pela grande baleia branca, o autor acrescenta ainda mais histórias com cetáceos titânicos no enredo, o que ajuda a revelar mais sobre do que trata a saga de Inescrito verdadeiramente.

Os desenhos de Peter Gross pode até não se destacar muito, mas em sua clareza consegue demonstrar um dominio narrativo muito bom.

O_Inescrito_mobydick2

Já na história do Tio Patinhas, como é comum em várias hqs disney, os autores colocam os patos fazendo as vezes dos personagens do livro original.

patinhas-mobydick1

Patinhas “encarna” o rabugento Quackhab, que teve sua moedinha numero 1 engolida pela Moby Dick, a baleia banco. Sim, ela tem esse nome porque em seu interior encontram-se além da número 1, muitos tesouros. Já o Pato Donald faz as vezes do também icônico Ismael.

A história de Francesco Artibani e Paolo Mottura ocupam a revista toda, em quase 80 páginas perfeitas. O roteiro é bem redondo, ágil e divertido, e a arte de Mottura está simplesmente fantástica. Completa a revista um texto muito legal sobre baleias lendárias, com várias curiosidades. O unico puxão de orelha vai para a edição, que poderia ser um especial mesmo, com formato maior e papel melhor, para valorizar um trabalho tão bem realizado.

patinhas-mobydick4